Leiloeiro: Conheça os passos mais importantes para se formar e atuar no segmento de leilões

Tempo de leitura: 4 minutos

Leiloeiro: Conheça os passos mais importantes para se formar e atuar no segmento de leilões

 

O leiloeiro é um profissional essencial na intermediação da compra e venda de bens por meio de um leilão. Mais do que mediar o processo de negociação diante dos possíveis compradores, este profissional possui formação e capacitação em organizar todo evento que não se resume apenas aos lances.

 

Separamos neste artigo alguns passos indispensáveis para quem deseja ser um leiloeiro oficial. Você sabe como funciona essa formalização e por onde começar a conhecer o segmento? Aqui temos as melhores dicas para você ser um profissional de sucesso.

 

Como ser um leiloeiro oficial?

 Para ser leiloeiro oficial não é preciso ter uma faculdade na área, mas cursos voltados para o segmento vão ajudar o interessado a conquistar esse objetivo e encurtar o caminho, chegando mais rápido ao sucesso. Depois de estudar, entender os segredos da área, é hora dar um passo seguinte: formalizar sua atuação como leiloeiro.

 

O interessado precisa procurar a junta comercial do estado para fazer sua inscrição como leiloeiro. Lá, além dos documentos necessários para entrar com o pedido e ser submetida à aprovação, é preciso que o profissional atenda aos requisitos mínimos para atuar na área. Veja abaixo se você se enquadra para iniciar a formalização.

 

Os requisitos para ser leiloeiro

De acordo com o ato de regulamentação da profissão, quem deseja ser leiloeiro precisa atender alguns requisitos importantes, como:

 

Ter idade mínima de 25 anos;

Ser cidadão brasileiro;

Ter idoneidade comprovada;

Não exercer atividade de comércio;

Ser domiciliado, no mínimo cinco anos, no estado onde pretende trabalhar.

 

Lembrando que pode ocorrer variações de documentos e formulários de acordo com o tipo de atuação do leiloeiro, como os profissionais focados em agricultura.

A legislação da profissão de leiloeiro

A legislação que trata da profissão de leiloeiro é o decreto 21.981/32. Quem deseja entender mais sobre os detalhes da profissão de leiloeiro precisa começar conhecendo a lei que estabelece os principais pontos de atuação. A novidade é que o mercado deve avançar bastante nos próximos anos, já que a internet tem mudado a forma de negociação e o profissional deve obter uma regulamentação mais atualizada. Prova disso é o reforço que a legislação da profissão ganhou recentemente com a aprovação do Projeto de Lei 2524/11, votada em agosto deste ano e que agora segue para o Senado e, posteriormente, para a sensação do presidente Michel Temer.

 

Uma profissão mais atual: Leilões virtuais e presenciais

A internet transformou as relações humanas. Hoje, é possível que o leiloeiro atue não só nos eventos presenciais, mas também cumpra seu papel nos chamados leilões virtuais. Por meio de sistemas, o profissional consegue disponibilizar os produtos, detalhes de cada um, lance inicial e outras informações que devem constar na descrição.

 

Apesar do processo de negociação ser todo online, existem algumas etapas, dependendo do produto, que envolvem visitas presenciais dos futuros arrematadores. Esses detalhes compõem a parte organizacional do leilão e o leiloeiro é quem estrutura essa parte também junto com sua equipe. O leilão presencial não tem segredo, sendo que sua estrutura é a mesma utilizada no online.

 

A formação do leiloeiro

A informação mais importante fecha esse artigo com chave de ouro. Afinal, deu para perceber como a profissão de leiloeiro é totalmente regulada por legislação específica que faz deste profissional um especialista habilitado para o desenvolvimento de suas atividades, a de intermediação em diferentes negócios, como no ramo imobiliário ou automobilístico.

 

Mais importante do que a própria legislação que trata sobre o leiloeiro é a formação deste profissional. Ser um leiloeiro exige que o profissional conheça os principais aspectos deste tipo de negociação, como saber:

 

  • O que é um leilão
  • Os documentos que envolvem o leilão
  • Termos que regulam este tipo de negociação
  • A comissão do leiloeiro
  • O que faz o leiloeiro
  • Os dois tipos de leilão: virtual e presencial

 

Entre outros pontos indispensáveis para que se atue no ramo. E você, já pensou em ser leiloeiro? Se chegou até aqui, acreditamos muito que você vai gostar de conhecer o Curso de Leiloeiro da FCA Cursos, que conta até com certificação. Saiba mais clicando aqui.

Gostou do texto? Se quiser saber mais informações, fale com a gente no chat ao lado. Além disso, também estamos nas redes sociais. Curta nossa página no Facebook e siga a FCA Leilões no Instagram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *