Como ser um leiloeiro oficial e atuar no ramo de leilões

Tempo de leitura: 4 minutos

Quem deseja saber como ser um leiloeiro oficial precisa ler este artigo e acompanhar algumas dicas que separamos aqui. Este profissional tem sido um dos mais requisitados, mesmo diante da crise financeira no Brasil. Inúmeros são os eventos de leilões que tem acontecido em diversas regiões do país, inclusive um dos setores que mais sentiu a crise, o de imóveis.

Como ser um leiloeiro oficial (4 pontos importantes)

Separamos agora alguns passos importantes para quem deseja aprender como ser um leiloeiro oficial. Não existe hoje no Brasil uma formação específica deste profissional dentro de universidade, como outras tantas que conhecemos. Porém, ao contrário do que se imagina, o leiloeiro precisa estudar alguns pontos específicos para ingressar no ramo de leilões e assim conquistar seu espaço. Vamos aos passos práticos?

1.Formação (como ser um leiloeiro oficial)

Se não existe formação oficial, mas como faço para aprender como ser um leiloeiro oficial? Simples. O primeiro passo é ter a formação básica escolar, o que entende-se até o 2° grau completo. Esse tipo de formação é exigida hoje em diversas profissões.

O segundo passo, após completa essa formação de parte básica e necessária, o interessado em ser leiloeiro oficial pode buscar treinamentos (online ou presencial) para entender bastante sobre o mercado de leilões. Hoje, a FCA Leilões e a FCA Cursos oferecem um ensino totalmente dedicado a este profissional do mercado.

2. Os segredos do mercado de leilões

Aprender como ser um leiloeiro oficial é importante para que o novo profissional entre neste mercado mais atento, mais amparado e orientado para conquistar boas oportunidades de negociação. Inclusive, para quem não sabe, até os eventos de venda via leilão do governo podem ser feitos por profissionais oficiais.

COMO SER UM LEILOEIRO OFICIAL

3. Autorização para ser um leiloeiro oficial

Outro detalhe importante que você precisa saber para aprender como ser um leiloeiro oficial é a autorização para o exercício legal da profissão. Todo o estado possui uma Junta Comercial, setor responsável por receber oficialmente a documentação de um interessado em ser um leiloeiro.

A junta é quem registra o profissional para que ele possa atuar no ramo legalmente e, inclusive, estar apto para fazer um leilão via governo, caso deseje concorrer a este tipo de negociação. Os governos normalmente fazem uma espécie de rodízio para esse tipo de negociação e quem indica é a própria Junta Comercial do estado.

Vale reforçar que existe uma legislação que determina os principais pontos da profissão. Além disso, a junta comercial exige uma série de documentos para que o interessado possa entrar com o pedido para exercer legalmente a profissão de leiloeiro oficial.

4. Ganhos do leiloeiro oficial

Um leiloeiro oficial ganha em média 5% e mais algumas variáveis. Muitos profissionais buscam atuar em campos mais vantajosos, como é o caso de leiloeiros que atuam em São Paulo. A venda de um imóvel no valor de R$ 200 milhões de reais, por exemplo, poderia render ao leiloeiro oficial uma comissão de R$ 1 milhão de reais. Dá para imaginar um ganho desses?

Então, prepara-se. Busque estudar para que você consiga orientar e responder as mais diversas dúvidas na hora de realizar este tipo de negociação. Passando segurança do que fala, certamente o profissional terá muitas portas abertas.

Exemplos de grandes leilões de imóveis

Inúmeros são os exemplos de leilões de imóveis com valores altos, como foi o caso da venda da mansão do Clodovil em Ubatuba, no litoral de SP, que foi a leilão a partir de R$ 900 mil.

Normalmente, os leilões ocorrem devido a diversos fatores, como a falta de pagamento do bem, quando financiado pelo banco, ou mesmo para pagamento de dívidas com o próprio governo ou até em casos de processos trabalhistas.

Vale lembrar que além de imóveis, o leiloeiro oficial pode atuar em outros segmentos na área, como a venda de automóveis, gado, quadros e até outros objetos, como jóias.

A FCA Leilões está no mercado de direito imobiliário há 30 anos e por saber como a experiência conta é que dividimos com você dicas valiosas para que grandes negócios sejam feitos. Quer acompanhar mais novidades e informações sobre o mercado imobiliário? Então curta nossa página no Facebook e nos acompanhe no Instagram. Aproveite, deixe seu comentário abaixo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *